A Família da Modelo que Morreu na briga com o namorado Delegado acredita que ela não se matou

A família da Modelo que morreu na briga com o namorado Delegado disse que ela não se matou, ainda sem receber todos os Laudos, a Polícia segue a tese de que ela atirou contra o namorado e depois tirou a própria vida. Uma foto foi enviada por Paulo Bilinski a Sogra no dia 28 de Abril, nela além do casal a um padre amigo do delegado Paulo. Também enviou para a mãe da namorada outra foto, junto com a imagem uma mensagem que dizia que o padre havia abençoado o Arsenal do Delegado e que ele não iria mais errar um tiro. Entre as armas está a pistola usada para disparar os tiros no dia do crime.

A Polícia mesmo sem ouvir testemunhas e ainda aguardando todos os Laudos da Perícia e do IML e adotou como oficial a versão do colega Delegado que disse ter sido vítima de tentativa de homicídio praticado pela namorada que se matou. A Polícia aguarda que todas as balas alojadas no corpo do Delegado sejam retiradas para fazer o exame de balística, ele ainda deve passar por duas cirurgias. A Polícia ainda não divulgou o resultado do exame residuográfico feito há mais de uma semana para detectar se havia vestígios de pólvora nas mãos do Delegado depois do crime.

No caso da Modelo que deu positivo esse resultado se tornou público no mesmo dia, o inquérito policial está sob sigilo, mas entre os investigadores há uma forte suspeita de que o tiro que atingiu o peito de Priscila teria sido disparado enquanto Paulo tentava desarmá-la durante a briga do casal. Por isso a hipótese de suicídio vem perdendo força à família não acredita na versão de que Priscila se matou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco × 4 =