A Polícia Identificou Seis Integrantes de uma Quadrilha Especializada em Aplicar Golpes por Aplicativo

Eles chantagearam virtualmente e extorquiu o dinheiro das vítimas, os alvos preferidos desses criminosos eram advogados, empresários e médicos. Os policiais seguiram de madrugada para periferia de São Paulo com 11 mandados de busca e apreensão, os investigadores procuravam provas contra uma quadrilha especializada no crime que lesou milhões de brasileiros, o roubo de dados dos aplicativos de mensagens.

Nas casas dos suspeitos a polícia não demorou a encontrar o que buscava, em um dos apartamentos havia mais de 200 chips de celular e o mais importante, cadernos com uma espécie de diário do golpe. A Quadrilha detalhava o dia o nome e o telefone das vítimas, seis golpistas são suspeitos de terem feito ao menos 300 vítimas em São Paulo nos últimos oito meses, pessoas que não eram escolhidas aleatoriamente. A Quadrilha tinha como alvos empresários, advogados e principalmente médicos. O ponto de partida era uma mensagem enviada para o celular da vítima, como aplicativo de conversas clonado, a Quadrilha acessa dados armazenados no aparelho e fazia extorsão.

Os suspeitos diziam ter imagens e informações comprometedoras e chantageavam virtualmente às vítimas, assim, conseguiam que o dinheiro fosse depositado numa conta bancária dos criminosos.