Cresce a tensão entre Estados Unidos e China sobre a origem do COVID-19

Cresce a tensão entre Estados Unidos e China hoje o secretário de estado voltou a culpar Pequim pela pandemia. Milhares de vidas teriam sido salvas se a China tivesse sido transparente, disse o chefe da diplomacia Americana. Mike Pompeo ainda afirmou que os Estados Unidos não têm provas, mas há evidências significativas de que o vírus surgiu dentro de um laboratório em Wuhan, epicentro do surto.

Acusações que a China nega e que hoje fizeram Pequim elevar o tom, a porta-voz do ministério das relações exteriores desafiou os Estados Unidos a apresentar provas. O Governo Americano vem acusando a China de tentar esconder a dimensão da pandemia e perde aos Aliados que pressionem o país asiático. A China avisou que não vai permitir investigações internacionais dentro do país mesmo após o pedido da Organização Mundial de Saúde para participar das pesquisas sobre a origem do vírus.

Segundo o embaixador Chinês nas Nações Unidas a prioridade agora é combater a pandemia. Na cidade de Wuhan mais um paço para volta a normalidade, 121 escolas reabriram depois de semanas de isolamento, a capital Pequim não registra nenhum caso da doença há 20 dias.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezenove + sete =