Delegado de Policia foi baleado pela namorada por ciúme

Um Policial diz ter sido baleado pela namorada e vai passar por mais duas cirurgias. As investigações para esclarecer o que de fato aconteceu entre o delegado Paulo Vinício e a namorada modelo Priscila Delgado de Barros continua. Segundo o boletim de ocorrência os policiais encontraram seis armas de fogo no apartamento do Delegado em São Bernardo do Campo no ABC Paulista, uma pistola estava no chão, uma carabina sobre o sofá da sala e outras armas e munição na cama. Em um dos quartos, duas paredes do imóvel tinham marcas de tiro.

A versão de Paula é que Priscila tentou matá-lo por ciúmes após ver uma mensagem de outra mulher no celular dele e depois cometeu suicídio, atirando contra o próprio peito. O exame residuográfico testou positivo para a presença de pólvora nas mãos de Priscila, a perícia ainda deve coletar o material de Paulo. Os investigadores acreditam que o Delegado foi atingido enquanto tentava desarmar a namorada. A Corregedoria da Polícia Civil abriu inquérito para apurar se o ferimento dela é mesmo compatível com o de suicídio.

A família de Priscila é do Rio Grande do Sul o irmão dela veio a São Paulo liberar o corpo, o pai da modelo falou por telefone e disse que o casal morava junto havia um mês. Conta que Priscila iria casar com o Paulo daqui a duas semanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um × 4 =