Depois dos Tombos de Abril e Maio Quando a Economia Praticamente Parou Agosto foi Melhor

Depois dos tombos de Abril e Maio quando a economia praticamente parou por causa da pandemia, Agosto foi o mês de alívio para indústria pelo terceiro mês seguido. Houve crescimento e retomada de empregos em vários setores, os pedidos voltaram a uma e para dar conta do recado uma fábrica de móveis em Diadema na grande São Paulo, contratou mais gente, os números estão de novo no azul. Bárbara passou por apertos e havia sido demitida logo no começo da pandemia e ficou surpresa ao ser chamada para uma entrevista de emprego e ficou feliz com a vaga que conseguiu. O que acontece por aqui tem sido observado em outras empresas.

Um levantamento da Confederação Nacional da Indústria mostra que, Agosto fechou com o crescimento de produção e também de contratação, é o terceiro mês seguido e os números sugerem um cenário de retomada, o que deixa os especialistas otimistas. Segundo a CNI os setores que mais cresceram foram os de equipamentos de informática, móveis, veículos, têxteis e metalurgia. A capacidade de operação chegou a 71% do total, o que fez a indústria atingir níveis parecidos com os de antes da pandemia. Com trabalho Bárbara voltou a pensar no futuro.