Dicas da OMS de como se preparar para o novo coronavírus

O coronavírus avança pelo mundo existe uma pergunta que não quer calar, como se proteger do coronavírus? Nesse artigovocê vai ver as principais orientações dos infectologistas. Conversamos com centro de controle e prevenção de doenças dos Estados Unidos e o Ministério da Saúde brasileiro e do NH saúde para tirar as principais dúvidas.

Vamos começar por algo muito simples, mas eficaz, Lave as Mãos com sabão e entre os dedos, debaixo das Unhas por mais ou menos 20 segundos, essa é uma recomendação básica, todo mundo sabe, evita não só o coronavírus mas também uma série de doenças. É bastante eficiente contra o coronavírus, porque ele é um vírus envelopado.

Aglomeração: Não toque a boca o nariz ou os olhos, é que o vírus é transmitido por via aérea, ou seja, inalado e também pelo contato com outas pessoas. O vírus também sobrevive fora do corpo, a influenza, por exemplo pode resistir por até 24 horas em superfícies mais porosas com a madeira, explica o infectologista, é por isso que também é importante manter um ambiente limpo. É importantícimo desinfetar as superfícies da casa, móveis e celular, essa é a segunda recomendação.

Muita gente pergunta anterior como se limpa o celular, você pode preparar uma solução com mais ou menos metade de água e a outra metade de álcool e usar um pano limpo, para desinfetar seu aparelho e outros objetos de manuseio constantes. Usarar máscara dependendo da situação, o infectologista ressalta que os brasileiros ao contrário dos asiáticos, não tem na cultura ábito de usar máscaras e muitas vezes não sabe nem colocar adequadamente. É preciso trocar com certa frequência quando ela fica unida.

Se for possível evite aglomeração, mantenha distância para quem está gripado, espirrar ou tossir cubra a boca eo nariz com lenço e jogue fora. O coronavírus é um vírus novo as pessoas não têm imunidade contra Ele. O número de novos casos tem crescido rapidamente, o vírus pode ser transmitido antes mesmo de os sintomas aparecerem durante o período de incubação. Apesar de ter uma capacidade de proliferação maior do que as outros vírus da mesma família, a letalidade desse coronavírus parece ser menor segundo dados disponíveis, de acordo com as informações mais recentes pela Organização Mundial da Saúde cerca de 2% dos infectados.

Ter algum tipo de doença como, diabético, cardíacas e pulmonares podem agravar os citomas. O doutor Rosana richtma, lembra que o fato de pessoas de mais idade ou com algum problema de saude, pode evoluir para casos mais graves.

A última recomendação, fazer o possível para manter seu sistema imunológico fortalecido. Vou explicar, quando a gente fala de imunidade celular, a gente tá falando principalmente dos linfócitos, um tipo de leucócito produzido pela nossa medula, que tem entre outras funções a de reconhecer as células infectadas e destruir. Nesse processo não só o vírus é destruído, mas a célula que ele fica também. No processo parte dos leucócitos também a função dos glóbulos brancos é expulsar os patógenos vírus bactérias e fungos do nosso corpo. Quando você faz um hemograma eles estão lá e a concentração do sangue, por exemplo e muito maior que os valores de referência e pode ser um indício de infecção.

Se estão muito baixos pode ser um indicativo de que nosso sistema imunológico está enfraquecido e se manifesta através do nosso exame.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

10 + nove =

%d blogueiros gostam disto: