Em São Paulo Treze Pessoas Foram Presas Suspeitas de Fraudar a SABESP

Treze pessoas foram presas em uma operação policial suspeitas de envolvimento em fraude que desviava produtos químicos para tratamento de água em São Paulo. Os policiais cumpriram mandados de busca e apreensão e de prisão em endereços da Capital Paulista da grande São Paulo e do litoral em um galpão em Guarulhos, foram encontrados produtos de limpeza a granel. A suspeita é que foram produzidos com Hipoclorito de Sódio desviado da Sabesp, Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo. Também foram apreendidos tonéis com o produto químico usado para purificar a água que abastece 28 milhões de pessoas.

Em outro endereço na Praia Grande no litoral paulista funcionava uma fábrica de produtos de limpeza, mas segundo a investigação parte do Hipoclorito de Sódio furtado era trazida para este local. Duas pessoas foram presas e uma arma apreendida, a polícia investiga a quadrilha há um ano e descobrir o que o Hipoclorito de Sódio e outros derivados químicos comprados pela Sabesp, saíam da distribuidora, mas no caminho até a companhia, eram furtados pelos criminosos, eles tiravam entre 10 e 30% do volume de Sódio e preenchiam com água e posteriormente isso era encaminhado ao destinatário final.

A Sabesp informou que vai tomar medidas judiciais para eventuais ressarcimentos de prejuízo junto aos fornecedores e que a água tratada passa por análise Laboratorial antes da entrega ao consumidor.