Governo Federal começou a pagar mais um grupo do Auxílio Emergencial

Começou ontem mais uma etapa de pagamento do Auxílio Emergencial, inclusive dos beneficiários do Bolsa Família. Pelos cálculos do Governo Federal, até sábado mais de 22 milhões de pessoas vão receber o pagamento da primeira parcela do Auxílio para mães, chefes de família e vai até amanhã e também para os escritos no Cadastro Único e que não tem Bolsa Família.

Hoje os trabalhadores que fazem aniversário em Maio, Junho, Julho e Agosto receberam o benefício e Sexta o pagamento é para nascidos em Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro. Também começaram a receber hoje quem se cadastrou no aplicativo e no site do programa à partir de 7 de Abril e os beneficiários do Bolsa Família. Entre o Bolsa Família e o Auxílio Emergencial, será creditado o benefício de maior valor. Até hoje 2 milhões de pessoas do programa, vão receber o benefício.

Ontem o Juiz Federal William Prestes do Tribunal Regional Federal da 1ª região, suspendeu a exigência do CPF para o cadastro. Ele determinou que a Caixa e a Receita Federal adotem as medidas necessárias para cumprir a decisão no prazo de 48 horas, sob pena de multa no valor de R$ 5000 por dia de atraso. O ministro da Cidadania Onix Lorenzoni disse que o Governo vai recorrer da decisão da justiça.

Hoje mais uma vez longas filas para regularizar o CPF se formaram no país. A câmara dos Deputados devem concluir ainda hoje a votação do projeto que estende o Auxílio Emergencial, para mães adolescentes e deixa claro a outros autônomos e informais como, Pescadores, Taxistas, Entregadores de aplicativos, o texto-base já foi aprovado. O projeto também dobra o valor do benefício para pais, chefes de família e não ha obrigação de informar a renda que esses trabalhadores tiveram em 2018, como está nas regras atuais do benefício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

vinte − dezenove =