No Recife mais Duas Testemunhas foram ouvidas na investigação da Morte do Miguel

No Recife mais duas testemunhas foram ouvidas na investigação da morte do menino Miguel, o depoimento da mulher que estava com a criança antes do acidente, ainda não foi realizado. O gerente de operações do edifício onde Miguel caiu do nono andar foi o primeiro a falar hoje, Tomás Silva e responsável pela Segurança do Condomínio estava de serviço na hora do acidente.  Miguel Otávio de cinco anos morreu após cair de uma altura de 35 m, antes de ir até o nono andar, ele estava no apartamento onde a mãe trabalhava, a patroa dela Sari Corte Real teria deixado o Miguel andar sozinho no elevador, ela foi autuada por homicídio culposo e responde em liberdade.

Uma manicure Eliane Lopes que estava no apartamento de Sari naquele dia também foi ouvida, o advogado dela disse que a cliente ficou o tempo todo no apartamento e que não ouviu nenhuma conversa entre Sari e Miguel. Até agora a Polícia Civil ouviu sete pessoas, três perícias criminais foram realizadas no prédio e a expectativa é que Sari Corte Real faça um novo depoimento nos próximos dias. O Delegado responsável pelo caso tem 20 dias para concluir o inquérito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 × três =