O Presidente do Líbano Disse que Houve Interferência Externa na Explosão no Porto de Beirute

O Presidente do Líbano disse que houve interferência externa na explosão no Porto de Beirute, até o momento foram confirmados 157 mortos e mais de 5 mil feridos. Uma equipe de resgate da Turquia procura por sobreviventes nos escombros do porto de Beirute, equipes Francesas e Russas também vasculharam a área enquanto escavadeira abre o caminho nos escombros. O Governo do Líbano rejeitou nesta sexta-feira pedidos de uma investigação internacional sobre a causa da explosão. O presidente do país Michel Aoun não descarta a possibilidade de um ataque e comentou que pode ter havido interferência estrangeira por meio de um foguete ou bomba.

 

Israel que enfrentam grupo extremista Libanês Hezbollah, nega desde o primeiro dia qualquer envolvimento na explosão. O Governo Libanês ainda não respondeu oficialmente a oferta de ajuda humanitária do país vizinho. Também nesta sexta-feira o líder do Hezbollah, apareceu pela primeira vez desde a explosão e negou a suspeita de que sua organização armazenar armas no porto. As Nações Unidas agora alertam para uma crise humanitária no Líbano, agência Unicef estima que cerca de 80 mil crianças foram deslocados pelas explosões, muitas foram separadas das famílias e outras ainda estão desaparecidas.