Pesquisadores de São Paulo Descobriram um Plástico que é Capaz de Eliminar 99% do Coronavírus

Abrir portas ou apertar o botão do elevador, as ações do dia a dia viraram motivo de preocupação na pandemia. Segundo pesquisas internacionais 80% das infecções acontecem pelas mãos, por isso cientistas Brasileiros desenvolveram um plástico filme que tem uma composição de Prata e Sílica. Em Laboratório os pesquisadores descobriram que o coronavírus não sobrevive ao entrar em contato com plástico adesivo, que é capaz de eliminar 99% do vírus.

O produto pode ser aplicado no corrimão, por exemplo, afastando o risco de contágio. As amostras do material coletado, com e sem essa nova composição, foram mantidas em contato direto com vírus durante quatro horas, em intervalos de tempos diferentes. O resultado foi que, no plástico comum, o coronavírus sobreviveu e no plástico com Prata e Sílica, ele foi inativado. O produto foi aprovado pelo Instituto de Ciências Biomédicas da USP.