População do Reino Unido destrói antenas 5G

Uma pandemia ainda sem data para terminar, pessoas que acreditam em teoria sem base científica espalhada na internet, estão aterrorizando as operadoras no Reino Unido. Segundo site Deverd, as quatro empresas do setor na região, pediu aos consumidores que parem de queimar as torres de 5G. Os motivos para os ataques, teorias da conspiração que começaram a circular nas redes sociais algumas semanas. Sem qualquer evidência por trás a chegada da conectividade móvel de Nova Geração 5G e a disseminação do novo coronavirus.

Grupos ameaçando os funcionários da empresa de telecomunicação e atacando as torres que transmitem o sinal. A operadora Vodafone, confirmou que quatro de suas antenas, foram alvos de incêndios em um período de 24 horas, enquanto a E.E. também teve equipamento danificado. Todas as companhias lançaram seus comunicados em seus perfis oficiais, pedindo calma a população e negando qualquer conexão entre covid-19 e o serviço de dados móveis.

Não se sabe exatamente a origem da teoria da conspiração, mas é possível que ela envolva a Hawei, que é uma fabricante chinesa e líder em infraestrutura do 5G. Como o país asiático foi o primeiro a registrar esses casos, há muitas mensagens de preconceitos envolvendo tema e na região. O Secretário de Cultura do Reino Unido Óliver, deve reúne-se nesta semana com representantes locais e companhia para discutir o assunto, afinal ele agora se transformou em uma preocupação de segurança nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quatro × um =