Presidente da Caixa Econômica Federal disse que corrigiu falhas no aplicativo do Auxílio Emergencial

O presidente da Caixa Econômica Federal afirmou que as falhas no aplicativo do Auxílio Emergencial foram corrigidas e que a maior parte dos brasileiros recebeu a primeira parcela. Segundo levantamento do Banco as filas diminuíram na maioria das agências em todo país. Dessa vez seu Elias não precisou voltar para casa no Brás em São Paulo para enfim conseguir o que tanto precisava.

Para outros brasileiros o único jeito foi esperar e por diversos motivos, “Eu vou pegar o código ainda porque eu não consegui pelo aplicativo e solicitei pela internet”. O site, auxilio.caixa.gov.br chegou a quase 700 milhões de visitas e a central exclusiva 111 registrou mais de 130 milhões de ligações, desde o dia 9 de Abril quando teve início o pagamento de 50 milhões de brasileiros, tiveram acesso ao crédito do benefício, o que significa um a cada três adultos.

Até agora a Caixa liberou 35 milhões de reais para o Auxílio Emergencial e por conta da grande procura, tomou uma série de medidas para diminuir as filas e as aglomerações nas agências. O presidente da Caixa disse que, “todas as agências da partir das 8 horas da manhã, tivemos mais cinco mil vigilantes que ajudaram na questão das filas. Mais 4 mil funcionários da Caixa Econômica Federal que estavam em Home-office vieram ajudar”. Todas as agências seguem normas de distanciamento e segurança dos funcionários.

A liberação da segunda parcela vai ter um cronograma de pagamento para evitar filas. “Nós temos uma base mais organizada para o cronograma e as pessoas em especial as mais carentes, para que elas conseguem saber exatamente quanto elas vão receber”. Quem conseguiu o dinheiro sabe o quanto é importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

onze − oito =