STF e Senado vai convocar o Ministro Abraham Weintraub para depor

O Senado decidiu convocar o Ministro da educação Abraham Weintraub para explicar o que ele disse na reunião ministerial de 22 de Abril. Essa decisão foi tomada durante uma sessão remota, mas a audiência ainda não tem data para acontecer, o Ministro da Educação vai ter que prestar esclarecimentos sobre as falas dele na reunião do dia 22 de Abril, a reunião ministerial que aconteceu no Palácio do Planalto.

As gravações foram divulgadas com autorização do Supremo Tribunal Federal e mostram Weintraub pedindo a prisão dos Ministros do STF e também dizendo que há muita corrupção em Brasília. Ele ainda não se pronunciou sobre essa convocação. À noite também o PSOL apresentou um requerimento à câmara dos deputados solicitando também que o Ministro seja ouvido pelos Deputados.

Outro assunto foi determinado o sigilo no depoimento que o Empresário Paulo Marinho vai dar nesta terça-feira. O Ministro Celso de Mello do Supremo Tribunal Federal que é o Ministro Relator do inquérito que investiga se houve ou não a interferência do Presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal. Essa decisão foi baseada em um pedido da própria Polícia Federal para que não houvesse a divulgação.

O Empresário Paulo Marinho vai ser ouvido nesta terça nesta terça-feira na Superintendência da PF no Rio de Janeiro, ele tem afirmado que o Senador Flávio Bolsonaro soube com antecedência, de uma operação que prendeu diversos parlamentares no Rio de Janeiro em 2018. O depoimento do empresário vai ser incluído ao inquérito a pedido da Procuradoria Geral da República. Foi decretado também sigilo do depoimento do chefe de gabinete do senador Miguel Ângelo Braga Grillo que vai ser ouvido na quarta-feira em Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

seis + treze =

%d blogueiros gostam disto: