Tribunal Regional Federal suspende decisão de exames da COVID-19 ao Presidente Bolsonaro

Sábado Bolsonaro visitou a cidade de Cristalina em Goiás e voltou a se encontrar com apoiadores. Pela manhã ao sair do Palácio da Alvorada, o Presidente Bolsonaro se dirigiu ao grupo de apoiadores e disse, “Ninguém vai fazer nada  fora da Constituição, ninguém vai dar golpe encima de mim pode  ficar tranquilo” disse ele.

Em seguida o Presidente partiu para um passeio que não estava na agenda oficial, ele deixou Brasília de helicóptero e seguiu em direção ao posto de combustíveis próximo à cidade de Goiana de Cristalina. Assim que chegou ao local, o Presidente foi de carro ao comércio, ouve aglomeração várias pessoas pararam em frente a uma loja para ouvir o presidente. Durante o percurso Bolsonaro parou várias vezes para tirar fotos com as pessoas, pelo celular de um apoiador o presidente mandou um abraço aos caminhoneiros.

O Presidente também esteve na Terceira Brigada de Infantaria Motorizada em Cristalina. Por volta do meio-dia ele retornou ao palácio da Alvorada e não teve compromissos oficiais. Há tarde a Justiça atendeu o recurso da Advocacia Geral da União sobre o teste de COVID-19 do Bolsonaro. Pela decisão do Tribunal Federal da terceira região em São Paulo, fica suspensa a ordem que obrigava a AGU, de entregar hoje os laudos dos exames do Presidente para o coronavírus.

A desembargadora de plantão aceitou o recurso da AGU e deu um prazo de cinco dias para que o caso seja analisado e ocorra uma definição sobre a entrega ou não dos exames. Ainda segundo a magistrada a decisão de hoje vai evitar prejuízos para as partes. No recurso Advocacia Geral da União argumentou que não existe obrigação legal de fornecer os exames, isso porque a própria lei de acesso à informação estabelece que a utilização de informações pessoais, devem respeitar a intimidade e a privacidade e ainda depende do consentimento do interessado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um × dois =

%d blogueiros gostam disto: