Whey Protein para idosos

Whey Protein para idosos? Pesquisas demonstram a carência de proteínas na população mundial, particularmente na dieta de pessoas na terceira idade, por isso, a Booster Suplementos preparou uma matéria exclusiva sobre o tema. Vamos lá?

A necessidade de nutrientes muda com a idade, por este motivo, um idoso deve consumir um quarto a menos de calorias, por outro lado, precisa ainda mais proteínas do que quando era jovem. As proteínas do soro do leite, até pouco tempo, eram mais utilizadas como suplementos dietéticos que os atletas – de alto rendimento ou os amadores – consideram essenciais para a construção muscular. Recentemente o Whey Protein para idosos também começou a ser administrado para esta faixa etária com inúmeros benefícios.

Na terceira idade é normal perder cerca de um terço da massa muscular. Isso aumenta o risco de quedas e, portanto, de restrição e isolamento na cama. Com proteína e exercícios específicos suficientes é possível construir músculos na velhice.

Para idosos saudáveis a ingestão necessária, seja ela através dos alimentos ou suplementos, é de pelo menos 1 a 1,2 gramas de proteína por quilo de peso corporal todos os dias. Para uma mulher com 65 quilos, por exemplo, isso representaria cerca de 65 a 80 gramas de proteína por dia. Pessoas que consomem proteína suficiente previnem a perda de massa muscular relacionada à idade

Pesquisas avançam sobre os benefícios das proteínas

Os pesquisadores também estão se tornando cada vez mais interessados ​​no assunto das proteínas, especialmente os estudiosos sobre o envelhecimento. 

Recentemente, os principais especialistas do assunto se reuniram para avaliar centenas de estudos realizados ao redor do mundo e chegaram à conclusão de que os idosos precisam de mais proteína do que se pensava. 

Nada funciona sem proteína. No corpo é o material de construção por excelência: não só para os músculos, mas também para os ligamentos e os ossos. As proteínas fazem parte do sistema imunológico e mantêm o metabolismo funcionando.

No entanto, nem todas as proteínas são criadas iguais. Carne, peixe, ovos e o leite são conhecidos como grandes fontes, bem como os alimentos à base de plantas, especialmente lentilhas, também se destacam como fontes de proteína. Os suplementos, como o Whey Protein, ajudam na melhoria da dieta ao acrescentar a proteína na dosagem indicada pelos profissionais da área da saúde.

A massa muscular é perdida com a idade

Seja vegetariano ou se alimente de carnes, os músculos também envelhecem e isso é bastante natural. Por volta dos 50 anos, as pessoas tendem a perdem entre um a dois por cento de sua massa corporal a cada ano. 

Mas não são poucas as pessoas da terceira idade em que estes índices estão caindo significativamente mais rápido. Os especialistas estimam que um em cada dez idosos é mais afetado e os motivos mais apontados são que todas as doenças esgotam e muitos indivíduos são menos ativos fisicamente na velhice. Porém, acima de tudo, deve-se à comida: pouca no geral e, principalmente, proteína insuficiente, porque muitas vezes há falta de apetite. 

Reconstruir os músculos perdidos é muito mais difícil quando idoso. Para ajudar a impedir ou pelo menos retardar a perda da massa muscular, é necessário realizar exercícios adequados, boa alimentação e ingerir proteínas como as que estão presentes no suplemento Whey Protein, pois estimulam os músculos a construir massa, infelizmente menos na velhice do que no passado.

É por isso que os pesquisadores do envelhecimento atualmente recomendam uma dieta para idosos saudáveis de 20 a 30 por cento a mais de proteínas do que pessoas mais jovens. 

Afinal, o que é Whey Protein?

O soro do leite é extraído na produção do queijo e é obtido a partir do leite coalhado.  A consistência é aquosa, pois o soro contém 94% de água. Os ingredientes desejados pelas pessoas na proteína em pó são de apenas 0,6 a 1 por cento. Mas esse 0,6% são bem completos, porque contém os nove aminoácidos essenciais como a histidina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, fenilalanina, treonina, triptofano e valina.

O corpo humano não é capaz de produzir esses aminoácidos por conta própria. Ele depende de que estes sejam absorvidos através de uma dieta rica nestas substâncias.

Ao produzir proteína em pó a partir da proteína do soro do leite, principais fontes de calorias, como açúcar e gorduras, são isoladas, de modo que o concentrado de proteína de soro ou isolado de proteína de soro quase não contém calorias. 

Não há dúvida de que alguns alimentos, como queijo e, especialmente a ricota, contêm proteína de soro do leite suficiente. Em contraste com o Whey Protein, no entanto, esses alimentos têm uma desvantagem: geralmente contêm muita gordura e açúcar. 

A quantidade de calorias não deve ser subestimada e os alimentos correspondentes devem ser consumidos com moderação por todas as pessoas. A proteína em pó é, portanto, preferível a certos alimentos, especialmente durante a dieta.

No caso de pessoas com intolerância à lactose, também não é um problema utilizar a proteína em pó produzida de proteína de soro do leite, especialmente se a proteína é isolada de soro do leite, uma vez que a lactose é removida.

Veja mais notícias em nosso site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *